O Princípio de Pareto afirma, de uma maneira genérica, que 80% dos resultados que obtemos estão relacionados com 20% dos nossos esforços. O conceito é uma homenagem ao economista italiano Vilfredo Pareto, que notou a conexão 80/20 em diversas coisas em 1892.

Segundo a teoria, uma minoria de ações leva a maior parte dos resultados. Em contrapartida, a maior parte de nossas ações leva a menor parte dos resultados que obtemos.

O Princípio de Pareto pode ser muito valioso para sermos mais efetivos e focarmos nossas ações para o que realmente importa. Aplicado em nossas rotinas, ele funciona assim, por exemplo:

  • 80% dos lucros estão relacionados com 20% dos clientes

Trazendo para os negócios de vendas diretas e network marketing, podemos entender que:

  • 20% dos produtos do catálogo vão gerar 80% das vendas

Essa teoria de 80/20 também explica a famosa dica “trabalhe com os quentes“.

Porque:

  • 80% da  produtividade será gerada por 20% de sua equipe

 

Isso quer dizer que você deve identificar quais são as pessoas de sua equipe que fazem parte dos 20% que mais produzem e focar seu trabalho neles.

Mas cuidado, não quer dizer que deve abandonar os outros. O ideal é usar novamente a Lei de Pareto para balancear seu tempo e esforço.

Destine 80% do seu tempo para alavancar o crescimento desses 20% de pessoas da equipe que mais produzem.

E use os outros 20% do seu tempo para auxiliar aqueles 80% de consultores que ainda estão na zona de conforto.

Note que essa lista dos 20% de sua equipe que mais produzem pode (e vai!) mudar de um mês para outro. É necessário estar atento para identificar aqueles que estão em ascensão e aqueles que estão “morrendo”. É comum esses altos e baixos na rede. O ideal é criar alguns critérios para que essa definição seja justa e não tropece em questões sentimentais.

Por exemplo, você pode gerar um checklist de atividades básicas para definir quem faz parte desses 20%, e com essa lista de atividades e atitudes essenciais, despertar uma corrida saudável dentro da equipe para que as pessoas queira fazer parte dos seus Top 20%. Essa lista pode incluir participação nas reuniões semanais, nos treinamentos mensais, número de apresentações da proposta, abertura de novas linhas, etc. Também pode ter algum outro tipo de recompensa além do tempo de suporte, como uma viagem, um jantar ou uma reunião especial de acompanhamento de crescimento.

O potencial da Lei de Pareto é infinito. Ela pode ser usada para definir quais tarefas diárias devem ser priorizadas, já que 20% delas vai gerar 80% do seu resultado. Por exemplo, você tem uma lista de dez coisas importantes para fazer hoje. Identifique as duas que mais aproximarão você das seus metas, aquelas duas coisas indispensáveis que vão gerar mais resultado, e foque na conclusão dessas duas coisas. Depois de concluí-las, você usa o tempo restante para concluir as outras, menos cruciais. Assim evita andar em círculos, dispersando seu tempo e chegando ao final do dia com um monte de coisas feitas pela metade. 😉